Polícia

Vereador é preso suspeito de envolvimento em “rachadinha”

A operação “Vila Rica”, deflagrada pelo Ministério Público do Estado do Ceará, prendeu o vereador Paraíba das Redes, suspeito de participar de um esquema de rachadinha na Câmara Municipal de Beberibe, a 85km de Fortaleza. O irmão do parlamentar, suspeito de envolvimento no crime, também foi preso.

Após o desfecho, o vereador foi afastado de suas funções legislativas por 90 dias, sendo proibido de frequentar a Câmara ou qualquer outro órgão municipal. Segundo operação do órgão ministerial, ocorria um esquema de arrecadação de valores ilícitos, que contava com a utilização de assessores legislativos para repassar parte de seus salários ao vereador e ao irmão do político.

Saldo

Encabeçada pelo Ministério Público, através do Grupo Especial de Combate à Corrupção (Gecoc), a ação teve apoio da Promotoria de Justiça de Beberibe e da Polícia Civil. Além da prisão das duas figuras que lideram o esquema ilícito de rachadinha, foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão em endereços ligados ao vereador. Agora, os suspeitos vão responder por associação criminosa, peculato, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro.

Durante o cumprimento dos mandados, foram apreendidos R$ 32 mil em espécie. Deste valor, R$10 mil foram encontrados na residência do vereador e R$22 mil na casa de seu irmão.  Conforme o Gecoc, a partir da análise do material apreendido, as investigações prosseguirão, com o intuito de identificar novos suspeitos que eventualmente se beneficiaram dos supostos crimes.

O vereador

Filiado ao Republicanos, Francisco de Assis Sales, conhecido no meio político como Paraíba das Redes, foi o candidato a vereador com o quarto maior número de votos no último pleito. Eleito parlamentar de Beberibe em 2020, Paraíba conquistou 1.349 votos.

Fonte: https://anoticiadoceara.com.br/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *