Limoeiro

Serviço de politrauma do Hospital Regional do Vale do Jaguaribe, sediado em Limoeiro do Norte, passa a ser realidade

Em visita realizada nesta segunda-feira (21), no município de Limoeiro do Norte, o governador Elmano de Freitas anunciou o início do serviço de politrauma 24 horas no Hospital Regional do Vale do Jaguaribe (HRVJ).
O Secretário de Saúde de Limoeiro do Norte, Dr. Deolino Júnior Ibiapina, representou o prefeito José Maria Lucena, onde ressaltou a importância do novo serviço para a população da região e em especial Limoeiro do Norte, já que em um passado distante o serviço foi descontinuado no município, sendo inclusive uma luta da gestão municipal o retorno deste serviço, sendo inclusive motivo de requerimento da deputada limoeirense, Juliana Lucena.
Ao todo, são 70 novos leitos, sendo 10 na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), 30 leitos de observação na emergência e 30 leitos de internação neste setor, que funciona de portas abertas desde o último dia 16.
Estão sendo investidos mais de R$ 4,5 milhões por mês para manutenção do serviço no HRVJ, com recurso federal anunciado em maio deste ano. Também participaram da visita a secretária da Saúde, Tânia Mara Coelho, e autoridades da região.
A urgência e a emergência receberão pacientes, acima de 14 anos, com intercorrências de trauma, como Traumatismo Crânio-Encefálico (TCE), Ferimento por Arma Branca (FAB), Ferimento por Arma de Fogo (FAF), queda da própria altura e acidentes de trânsito. Além da estruturação, foram contratados 250 profissionais da saúde para que o setor de politrauma possa funcionar de forma plena, com atendimento em traumatologia, neurocirurgia, cirurgia vascular e cirurgia geral.
A secretária de Saúde do Estado, Dra. Tânia Coelho ressaltou que a população da região agora pode contar com um serviço ampliado, agilizando o atendimento em diversos setores. “Os pacientes que chegam com politrauma agora serão atendidos por completo nesta estrutura. O Vale do Jaguaribe agora possui uma emergência de porta aberta e de serviço completo”, pontuou.
Fonte: Ascom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *