Renato Roseno propõe que Assembleia realize debate sobre assassinatos de LGBTs

O presidente da Comissão de Direitos Humanos e Cidadania (CDHC) da Assembleia Legislativa do Ceará (Alece), deputado Renato Roseno (Psol), propõe que a casa realize uma audiência pública para debater a discriminação e a violência contra a população LGBT. Ao falar sobre o tema para a FM Assembleia, ele lembrou casos recentes desse tipo de violência no estado. A discussão deve ocorrer no próximo dia 16, em reunião remota.

O Relatório anual da Associação Nacional de Travestis e Transexuais do Brasil (Antra), divulgado no último dia 29, Dia Nacional da Visibilidade Trans, aponta que no primeiro semestre de 2021 o Brasil registrou o assassinato de 80 pessoas trans. O documento é elaborado a partir de reportagens e relatos de organizações LGBTQIA+. De acordo com a Associação, não existem dados oficiais sobre as mortes dessas pessoas, e por isso o número de assassinatos este ano pode ter sido maior.

“O Brasil vive uma onda de preconceito, de racismo, de discriminação muito grande e isso chega nas pessoas na forma de violência. E normalmente essa violência atinge primeiro a população LGBT, pessoas trans, em particular negros e negras. Uma sociedade que tem como uma política institucional, a partir, inclusive de seu mandatário maior, todo um discurso de ódio, de preconceito, de invisibilidade, é óbvio que isso autoriza, em parcelas mais violentas da população, que essa violência se materialize. É por isso que a gente está vivendo esse aumento no número de assassinatos de pessoas trans”, disse Roseno.

Fonte: https://oestadoce.com.br/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.