Política

Prefeituras do Ceará começam 2024 com piores déficits do Brasil, aponta levantamento

O ano de 2024 começa com um déficit de até R$ 4,7 bilhões para as prefeituras brasileiras. O levantamento foi realizado pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP) e mostra que no resultado primário, o qual são as receitas menos a despesas, caíram 45% do quinto para o sexto bimestre de 2022. Os técnicos avaliaram que o comportamento deve ter se repetido no fim do ano passado. Os dados estão na edição do jornal O Globo desta quinta-feira (3).

Uma pesquisa técnica realizada nos dez primeiros meses do ano passado apontou que as cidades brasileiras registraram déficit de R$ 2,3 bilhões. Com os pagamentos de 13º salário e outras despesas de fim de ano, os últimos meses de 2023 podem apresentar um cenário pior para os cofres públicos. Apesar do superávit de 2022, fechando o ano com R$ 21 bilhões, em 2023 os números do Banco Central até outubro mostram um rombo de R$ 10,9 bilhões no acumulado em 12 meses.

Ceará está entre os estados com os piores números nas cidades. Das 13 unidades da federação nas quais as prefeituras estão nessa situação, seis são do Nordeste. O dado foi divulgado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM). Segundo a CNM, a receita das prefeituras tem sido insuficiente para fazer frente ao crescimento generalizado das despesas públicas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *