PF deflagra operação contra fraudes na compra de livros didáticos na Prefeitura de Beberibe

70 Setenta policiais federais e 10 servidores da CGU cumprem 16 mandados

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira (11), em atuação conjunta com a Controladoria Geral da União a Operação Livro Oculto em Beberibe. O objetivo de instruir inquérito policial que apura fraudes, exigências e pagamentos de propinas a servidores públicos decorrentes de procedimento de licitação para aquisição de livros entre os anos de 2019 e 2020.

70 Setenta policiais federais e 10 servidores da CGU cumprem 16 mandados de busca e apreensão expedidos pela 15ª Vara da Justiça Federal, em domicílios investigados nas cidades de Fortaleza, Caucaia, Maracanaú, Pindoretama, Iguatu e Jucás. As buscas têm como objetivo apreender mídias digitais, aparelhos celulares, bens e documentos.

As investigações tiveram início em junho de 2020. O trabalho conjunto da PF e CGU identificou indícios de esquema criminoso envolvendo pagamento de propina a servidores públicos, empresas de fachada, sobrepreço, superfaturamento dos bens licitados e lavagem de dinheiro decorrente de desvios de recursos públicos federais em licitações para aquisição de livros didáticos. Apurou-se que os investigados atuam em outros processos licitatórios no Estado do Ceará, já tendo sido indiciados em outros inquéritos policiais por crimes similares.

As investigações continuam com análise do material apreendido na operação policial e do fluxo financeiro dos suspeitos. Os investigados poderão responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes de lavagem de dinheiro, fraudes em licitações, associação criminosa, corrupção ativa e passiva – art. 1º da lei 9.613/98; 89 e 90 da lei 8.666/93 e artigos 288, 317 e 333 do Código Penal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.