OMS confirma existência de variante do coronavírus que combina Ômicron e Delta

Evidências sólidas da existência de uma cepa do novo coronavírus, que combina as variantes delta e ômicron, são fornecidas por cientistas franceses e é confirmada Organização Mundial da Saúde (OMS). As informações são do Uol.

A líder técnica de covid da OMS, Maria van Kerkhove, publicou em seu Twitter que os recombinantes eram “esperados, especialmente com intensa circulação de Ômicron e Ddelta”, e que sua equipe estava “rastreando e

A cientista-chefe da OMS, Soumya Swaminathan, também postou nas redes sociais: “Sabemos que eventos recombinantes podem ocorrer, em humanos ou animais, com múltiplas variantes circulantes de SARSCoV2. Precisamos esperar pelos experimentos para determinar as propriedades desse vírus. Importância do sequenciamento, análise e compartilhamento rápido de dados ao lidarmos com essa pandemia”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *