Mais 1.090 professores aprovados em concurso público da Seduc são convocados pelo Governo

Ao lado da vice-governadora Izolda Cela (PDT), da secretária de Educação do Ceará, Eliana Estrela, e do presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Lotados nas Secretarias de Educação e de Cultura do Estado do Ceará (Apeoc), Anízio Melo, o chefe do Executivo estadual revelou que, após a atual convocação, o Ceará atingiu 50% da rede de Ensino Médio com escolas em tempo integral.

“É um dia muito importante para a educação no Ceará, depois de um anúncio desta manhã, em que o estado atingiu 50% da rede de Ensino Médio com escolas em tempo integral, estamos aqui para cumprir um compromisso que firmamos com os professores, da convocação da segunda turma dos concursados”, ressaltou.

Camilo também reiterou que, tão logo surjam mais vagas, os demais discentes aprovados serão convocados, além de afirmar que mantém negociações com a Apeoc, com o fito de dialogar acerca de todas as reivindicações e cumprir todos os compromissos do Estado com a área da educação. Titular da Apeoc, Anízio Melo comemorou a integração do governo com o segmento e enalteceu as medidas tomadas para viabilizar o ensino no Ceará durante a pandemia.

“Sindicato, governador, vice-governadora e secretária, todos estamos juntos construindo esse projeto. Nós temos a melhor educação do País, que passa pela garantia da melhor estrutura nas escolas públicas, pela melhor política pedagógica do Brasil, e também pela melhor estrutura de carreira nacional. Entendemos tudo como uma construção coletiva. E o que vimos é que o Ceará nunca parou durante a pandemia, foi o primeiro a anunciar aulas remotas e ainda contou com investimentos em conectividade para os alunos”, enfatizou.

Libras
De acordo com dados do Censo Escolar realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) em 2016, o Brasil tem mais de 32,1 mil estudantes que apresentam algum grau de deficiência auditiva, dos quais 21 mil são surdos. No Ceará, diante desses números, o deputado estadual e vice-presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, Acrísio Sena (PT), destaca que a inclusão de Libras na grade curricular do ensino cearense é resultado da insistência da comunidade surda.

“Esta é uma antiga reivindicação da comunidade surda, a qual acompanho há muito anos. Essa conquista me traz imensa alegria. Vai ao encontro do projeto de nossa autoria que torna a função de intérprete de Libras uma carreira de estado. Tornando o Ceará mais ainda uma referência, em nível nacional, na área da educação”, celebrou.

Fonte: https://oestadoce.com.br/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.