Funcionário é indenizado em R$ 600 mil após ter a mão esmagada em Limoeiro do Norte  

Um ajudante de cozinha de uma rede de fast food foi indenizado em R$ 600 mil quatro anos depois de ter a mão direita esmagada enquanto trabalhava. O caso aconteceu em Limoeiro do Norte, no Ceará, em dezembro de 2018. O funcionário perdeu o membro exercendo uma atividade diária de retirar esfirra de uma máquina. O processo pediu reparação por danos morais, estéticos e materiais.

Segundo o funcionário, o equipamento já estava defeituoso desde outubro de 2018, quando iniciou suas atividades para a empresa. O ajudante alegou que a máquina ligava “sozinha”, e puxou a mão dele com um movimento de prensa. O trabalhador também disse que a empregadora não prestou qualquer treinamento quanto ao uso ou cuidados necessários para o ofício gastronômico.

Após o acidente, o homem não recebeu ajuda dos outros funcionários da cozinha, que estariam em choque pela quantidade de sangue surgida com o acidente. Ele foi levado para o hospital por um dos clientes do local. Posteriormente, foi submetido a duas cirurgias, o que resultou na amputação de um dedo e metade da palma da mão.

A conciliação entre as partes foi mediada pela titular da Vara do Trabalho de Limoeiro do Norte, juíza Regiane Ferreira Carvalho Silva. O valor da indenização foi parcelado em 15 vezes ficando, portanto, cada parcela no valor de R$ 40 mil.

Fonte: G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.