Ceará vence a Tuna Luso por 2 a 0 e avança para a 3ª Fase da Copa do Brasil

O Ceará venceu a Tuna Luso por 2 a 0 nesta terça-feira (15), no Castelão, e avançou para a 3ª Fase da Copa do Brasil. O Alvinegro dominou a partida, criou muitas chances e decidiu o jogo no 2º tempo, com gols de Vina, aos 24 minutos e Cléber, aos 42.

Com o resultado, o Alvinegro aguardará o sorteio da CBF para conhecer seu adversário na 3ª Fase. Ao avançar, o Vozão garante uma premiação de R$ 1,9 milhões.

O JOGO

O Ceará começou com o jogo tomando a iniciativa e pressionando a Tuna Luso, mas precisou de tempo para se adaptar ao campo pesado pelas chuvas. A equipe pressionava, mas tinha dificuldade para dar velocidade ao jogo, com as jogadas interceptadas pela defesa da Tuna, que veio bem fechada.  Mas aos poucos o Vovô foi se acertando, criando chances com Mendoza e Lindoso, mas ambos erraram o alvo.

Foi quando Vina arriscou de fora da área, aos 23 minutos, com a bola raspando a trave, levantando pela 1ª vez a torcida no Castelão.

No minuto seguinte, um lance polêmico: Zé Roberto tocou de calcanhar, Nino Paraíba cruzou, Vina balançou as redes, mas o assistente marcou saída de bola no cruzamento do lateral. Aparentemente a bola não saiu e os jogadores do Vozão reclamaram bastante.

Legenda: O Ceará criou muitas chances contra a Tuna, principalmente no 1º tempo
Foto: THIAGO GADELHA

Depois do lance, a pressão se intensificou e o goleiro da Tuna, Victor Lube, salvou o time paraense com grandes defesas.

Aos 29, Lima cruzou rasteiro, o goleiro defendeu parcialmente, a bola ficou com Vina, que bateu para outra defesa dele.

Três minutos depois, após cobrança de escanteio de Vina, Luiz Otávio cabeceou firme e o goleiro pegou de novo.

Quando a trave salvou a Tuna, com em falta cobrada por Victor Luis, Lube apareceu no rebote para defender finalização de Richardson.

Aos 44, nova chance alvinegra, com Lima batendo cruzado para boa defesa de Lube.

No último lance do 1º tempo, aos 49, Vina achou Mendoza, que marcou para o Ceará, mas ele estava adiantado e o gol foi anulado.

GOLS E VAGA

Se no 1º tempo o Vovô teve 66% de posse de bola, 13 finalizações, o time demorou a engrenar na etapa final. Sem o volume do 1º tempo, o time preocupou a torcida, já que o empate levaria a decisão da vaga para os pênaltis.

Foram 15 minutos sem criar nada, com Tiago Nunes alterando a equipe, com as entradas de Fernando Sobral e Erick.

Aos 23, o Vovô criou uma chance, com Zé Roberto batendo para fora, o que foi a última participação dele, entrando Cléber.

Foi quando aos 24 minutos, finalmente o gol do Vozão saiu: Nino Paraíba cruzou na área e Vina marcou de cabeça, fazendo a festa da torcida alvinegra.

Legenda: Vina marcou o primeiro do Ceará, dando a tranquilidade que a torcida e o time precisavam
Foto: THIAGO GADELHA

O gol tranquilizou o Ceará, que passou a criar com mais naturalidade, perdendo chances com Cléber, Luiz Otávio e Erick.

Até que o Vovô teve outro gol anulado de forma duvidosa, com Cléber marcando de cabeça e o lance anulado por impedimento.

Só que três minutos depois, aos 42, Cléber teve outra chance após escanteio cobrado por Vina e marcou o segundo do Alvinegro.

A partir daí, mais tranquilo, o Vozão manteve o resultado sem dificuldade e comemorou a importante classificação diante da torcida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *