Camilo Santana define educação básica como prioridade no Ministério da Educação

O futuro ministro da Educação, Camilo Santana (PT), declarou que a Educação Básica será prioridade no Ministério da Educação (MEC). O senador eleito explicou que vai trabalhar para reduzir os danos provocados pela pandemia, principalmente na evasão escolar.

“É preciso travar um grande debate com o setor, com especialistas e com a sociedade, porque é uma determinação do presidente colocar a educação básica como prioridade. É preciso ter uma visão sistêmica da educação, da infância à pós-graduação, mas o foco do presidente é na educação básica, da educação infantil ao ensino médio”, declarou. Entre os objetivos de Camilo Santana à frente do MEC está a redução da evasão escolar no Brasil. “O Censo Escolar 2021 mostrou que são mais de 650 mil crianças de até 5 anos que abandonaram a escola nos últimos três anos”, ressaltou.

 

O futuro ministro revelou que pretende, no início dos trabalhos, convocar uma reunião com todos os secretários estaduais de educação para reestabelecer a educação do Brasil. “Quero convocar, em um primeiro momento, todos os secretários estaduais de educação, levantar todas as obras paralisar, escolas, creches, e vamos discutir. A minha ideia é que seja um ministério de diálogo, de pactuação social e pactuação federativa, acho que isso se quebrou nos últimos quatro anos”, explicou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *