Polícia

Acidente com ônibus em Messejana deixa dois mortos e três feridos

Durante a manhã de ontem, uma colisão entre um ônibus e o guincho de um caminhão de uma empresa de iluminação pública resultou na morte de dois passageiros e deixou outras três pessoas feridas. De acordo com o Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMCE), a corporação foi acionada por volta das 5h30 da manhã. As vítimas fatais foram identificadas como Adriano de Sousa da Cruz, de 39 anos, e Francisco Raimundo da Silva, de 61 anos.
A Secretaria Municipal da Conservação e Serviços Públicos (SCSP) informou que o acidente ocorreu enquanto o ônibus da Linha 815 Messejana/Papicu/Tancredo Neves realizava o embarque de passageiros na Avenida Frei Cirilo, no bairro Messejana, quando foi atingido na parte traseira pelo guincho do outro veículo. “No momento, o coletivo estava com baixa lotação, com cerca de 10 a 15 pessoas”, detalhou a pasta em nota.
Um dos passageiros que perderam a vida no episódio chegou a ser retirado do local com vida, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu. Através das redes sociais, o prefeito da capital cearense, José Sarto, lamentou profundamente as mortes. “Determinei que a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS) dê todo o apoio às famílias das vítimas, a quem dedico minha solidariedade. Informo ainda que a Prefeitura de Fortaleza já está em contato com a empresa prestadora de serviço para que dê o suporte necessário e preste esclarecimentos sobre as circunstâncias do acidente”, escreveu o gestor.
A SDHDS, por sua vez, garantiu que iria entrar em contato com as famílias para assegurar o apoio necessário. “O caminhão guincho pertence à FM Rodrigues. A SCSP já está em contato com a prestadora de serviços para apurar as circunstâncias e adotar todas as providências necessárias junto à empresa”, reforçou.
O CBMCE relatou ao Jornal O Estado que a maior parte dos passageiros que estavam dentro do coletivo ficou assustada e alguns chegaram a cair pelo impacto, o que causou machucados, devido às pancadas do corpo com o chão ou com as cadeiras, e lacerações. Os bombeiros afirmaram que a colisão foi forte o suficiente para que o guincho atravessasse o ônibus em questão e atingisse a cobertura da parada que acabou tombando. Tanto a corporação quanto o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) ficaram responsáveis por conduzir os feridos para avaliação médica. Além das escoriações, havia suspeitas de fraturas.
A FM Rodrigues, empresa que presta serviços de iluminação à Prefeitura de Fortaleza, também se manifestou sobre o caso, lamentando o ocorrido. “A FM Rodrigues se solidariza com amigos e familiares das duas vítimas que estavam a bordo do ônibus”, disse em comunicado. De acordo com as informações divulgadas, naquele momento, o caminhão não estava operando. Ainda não se sabe quais foram as causas do acidente, mas a empresa garantiu ter aberto um processo interno para investigar o fato.
Em decorrência da situação, a faixa da Avenida Frei Cirilo no sentido Centro-Messejana precisou ser interditada. As autoridades municipais ressaltaram que a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) esteve presente para organizar os desvios de tráfego necessários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *