IFCE retoma as aulas de forma virtual em Tabuleiro do Norte

Retomada das atividades foi precedida de amplo debate e de ações como a entrega de chip de dados móveis

O Instituto Federal do Ceará (IFCE), campus Tabuleiro do Norte, retoma de forma virtual, a partir da próxima quarta-feira, 29 de julho, as atividades das turmas dos cursos superior e técnicos nas modalidades Integrado e Subsequente. A decisão pela retomada foi precedida de várias reuniões com a comunidade acadêmica, pais e responsáveis, bem como de um levantamento individualizado sobre as condições de conectividade dos alunos.

As aulas dos cursos do campus Tabuleiro do Norte foram paralisadas no início da segunda quinzena do mês de março. Em meados do mês de maio, houve a retomada de forma remota das atividades das turmas que estavam nos anos finais, como é o caso dos terceiros anos dos cursos técnicos Integrado em Manutenção Automotiva e em Petróleo e Gás, da turma do terceiro semestre do curso técnico Subsequente em Administração e do quarto semestre do curso técnico Subsequente em Manutenção Automotiva.

Em 31 de maio, após autorização do Conselho Superior do IFCE, o campus Tabuleiro do Norte, por meio das coordenações dos cursos e do departamento de Ensino, iniciou um levantamento individualizado com todos os estudantes para verificar as condições de acesso à internet, assim como a disponibilidade de equipamentos como celular, tablet, notebook e computador. Por meio de reuniões virtuais, os estudantes foram ouvidos e puderam expor suas percepções sobre a retomada das aulas de forma virtual, bem como dificuldades, anseios e dúvidas. Na oportunidade, foi destacado que a decisão pelo retorno às aulas caberia a cada estudante e que todos os direitos estariam assegurados caso preferissem aguardar pelas atividades presenciais.

“A gente fez várias reuniões com grupos de professores, alunos e pais. Essas reuniões foram no sentido de sensibilizar a comunidade, pois não havia outro caminho a seguir, já estávamos com três meses de aulas paralisadas, sem uma resolução do problema sanitário da Covid-19”, comenta Adriano Lima, chefe do departamento de Ensino do campus Tabuleiro do Norte.

A retomada das aulas vai ocorrer de forma gradual. Entre os dias 29 e 31 de julho, haverá um momento de acolhida, com a recepção dos estudantes, palestras e ambientação com as novas ferramentas. A partir da primeira semana de agosto, as turmas passam a ter contato mais direto com os professores. “Vale destacar também que nem todas as disciplinas retornarão no ensino remoto, pois algumas possuem um caráter muito técnico e prático. Haveria um prejuízo pedagógico muito grande transpor essa disciplina para um formato virtual. Elas só irão retornar no momento presencial”, esclarece Adriano Lima.

E-MAIL E INTERNET
A fim de permitir condições de acesso às aulas virtuais, o IFCE viabilizou acessos para todos os estudantes às aplicações da plataforma G Suíte, por meio de um endereço de e-mail institucional, com a finalidade de facilitar o acesso às aulas remotas e, até mesmo, permitir a inclusão de diversos alunos que, até então, não contavam com essa ferramenta.

Outra medida adotada pelo campus foi a distribuição para os alunos regularmente matriculados e de baixa renda de chips de dados móveis, com um pacote mensal de internet de 20gb, para acesso às aulas remotas. Até a manhã desta quarta-feira (22), um total de 79 alunos já tinham solicitado o chip.

“Se o aluno tiver dificuldade de fazer a solicitação deve nos procurar, por mensagem, ligação, ou até mesmo através de recado por colegas de turma. Nós vamos prover uma forma de fazer o chip chegar às mãos do aluno. É muito importante que essa solicitação seja feita antes do início das aulas”, afirma o diretor-geral do campus Tabuleiro do Norte, Sildembeny Souza.

EXTENSÃO
Ao contrário dos cursos técnicos e superior, os cursos de extensão do campus Tabuleiro do Norte ainda não têm prazo para serem retomados. Conforme o coordenador de Pesquisa e Extensão, Ícaro Dias, os professores que estavam ofertando cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC) estão averiguando as condições para retomada dos cursos que foram paralisados em 16 de março.

“A expectativa é a de que tenhamos, para este semestre que se inicia, o retorno de alguns cursos. Estamos averiguando as particularidades dos cursos por meio de cada docente. Assim que tivermos uma definição, isso será colocado para toda a comunidade, principalmente, para os alunos dos cursos”, explica.

Ainda conforme o coordenador, novos cursos de curta duração devem ser abertos à comunidade, todos eles ofertados pela internet, por meio do projeto do IFCE “#FICemCasa”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *