10 de dezembro: Dia nacional do sociólogo

A sociologia não é apenas uma disciplina obrigatória do ensino médio, mas uma ciência que tem atuação em diversas áreas do desenvolvimento social e econômico.

Por isso, precisa ser lembrada e conhecida como sendo uma carreira regulamentada pelas leis brasileiras, que garantem a segurança dos direitos dos profissionais, além de estabelecer os pré-requisitos para habilitar um profissional.

10 de dezembro: Dia nacional do sociólogo

No Brasil, o dia destinado a comemorar a profissão de sociólogo é celebrado anualmente, desde 2009, em 10 de dezembro. A data foi proposta e votada na câmara federal em 15 de abril daquele ano e foi escolhida em alusão a data da assinatura do projeto de lei que regulamenta a atuação de sociólogos em todo o território nacional.

Todas as exigências e competência dos profissionais da área ficaram previstas na lei de número 6.888, assinada pelo então presidente da república João Figueiredo em 10 de dezembro de 1980. Até essa data, os pesquisadores e autores de ciências sociais não tinham qualquer segurança de exercer a sua profissão, já que essa não era considerada uma ocupação legal.

O estudo da sociologia e outras ciências sociais, no entanto, só se tornou obrigatório em instituições de ensino médio apenas em 2008. Sendo que isso ocorreu apenas após anos de luta dos profissionais da área para implantação dessas matérias.

Antes de 2009 os sociólogos brasileiros comemoravam a data em 29 de maio.

O que a lei do Brasil diz sobre a profissão de sociólogo?

Mostramos que o dia do sociólogo foi escolhido por causa da data em que a lei que assegura os direitos da profissão no Brasil foi assinada. Porém, o que essa lei fala sobre a atuação desses profissionais no mercado de trabalho?

A lei assinada na década de 80 diz que para ser um sociólogo é necessário ter um diploma de bacharelado, licenciatura ou mestrado em sociologia, sociologia e políticas ou ciências sociais, com um diploma de uma instituição reconhecida ou ter feito a revalidação do diploma, caso tenha  feito o curso em uma instituição de ensino estrangeira.

Os profissionais que cumprirem essa exigência têm a competência necessária para:

1 – elaborar, supervisionar, orientar, coordenar, planejar, programar, implantar, controlar, dirigir, executar, analisar ou avaliar estudos, trabalhos, pesquisas, planos, programas e projetos atinentes à realidade social;

2 – ensinar Sociologia Geral ou Especial, nos estabelecimentos de ensino, desde que cumpridas as exigências legais;

3 – assessorar e prestar consultoria a empresas, órgãos da administração pública direta ou indireta, entidades e associações, relativamente à realidade social;

4 – participar da elaboração, supervisão, orientação, coordenação, planejamento, programação, implantação, direção, controle, execução, análise ou avaliação de qualquer estudo, trabalho, pesquisa, plano, programa ou projeto global, regional ou setorial, atinente à realidade social.

O que é e o que faz um sociólogo?

Você viu no tópico anterior o que é preciso para ser um sociólogo no Brasil, mas você sabe o que esse profissional faz exatamente? Em primeiro lugar, antes de entender o que esse profissional faz é necessário saber o que é sociologia.

De maneira geral, é uma área dentro dos estudos de ciências sociais voltada a estudar o comportamento humano. Sendo assim, devem ser levadas em consideração todas as variáveis que podem alterar de alguma maneira o comportamento de um indivíduo.

As principais dessas variáveis são a cultura do local, situação econômica e até mesmo a faixa etária e de educação de todos os envolvidos no estudo, só para exemplificar.

Sendo assim, um sociólogo deve ter a capacidade de fazer uma análise das interações humanas. Usando para isso fontes de pesquisa e levantamento dos dados coletados, com o objetivos de produzir informações relevantes.

Principais áreas de trabalho

É bastante comum as pessoas pensarem que um sociólogo trabalha apenas dando aulas. Isso, no entanto, não é verdade. Eles podem atuar em diversas áreas, seja no setor público ou privado. A principal área de atuação de um profissional da sociologia é na docência.

Outro campo de atuação muito procurado por profissionais da área é na pesquisa. Uma curiosidade é que a pesquisa é considerada por muitos profissionais como sendo a principal função de um sociólogo. Além disso, as pesquisas podem abranger diversas áreas. Como no campo social, eleitoral, científico ou sobre o mercado de trabalho e opinião pública sobre determinados assuntos, por exemplo.

Os resultados destas são muitas vezes utilizados como base para a elaboração de políticas públicas ou melhora nas campanhas de empresas.

Por fim, um sociólogo pode trabalhar assessorando partidos políticos e empresas. Além de poder trabalhar escrevendo textos com cunho político para publicações ou ainda coordenar a criação e execução de diversos projetos sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *