Servidora do Cras é presa em flagrante por cobrar R$300 para manter mulher no Bolsa Família

Uma servidora do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) de São Bendito, Zona Norte do Estado, foi presa em flagrante, na terça-feira, 12, após pedir dinheiro para manter uma mulher no cadastro do programa Bolsa Família.

A prisão foi feita por meio de uma denúncia anônima à Promotoria de Justiça da Cidade, por volta das 10 horas. Na ligação, foi relatado a solicitação do dinheiro e que a entrega aconteceria nos próximos minutos. Um representante do Ministério Público foi ao local e presenciou a troca entre a vítima e a servidora. No pacote apreendido com a funcionária pública, existia a quantia pedida.

A servidora foi levada à Delegacia e autuada pelo crime de corrupção passiva. Uma fonte da Polícia Civil confirmou que a funcionária está detida, aguardando transferência para Sobral.

Fonte: O Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *